arte.cultura.pensamento

Category Archives: fontes

a burguesia fode

Onde quer que tenha conquistado o poder, a burguesia calcou aos pés as relações feudais, patriarcais e idílicas. Todos os complexos e variados laços que prendiam o homem feudal a seus “superiores naturais” ela os despedaçou sem piedade, para só deixar subsistir, de homem para homem, o laço do frio interesse, as duras exigências do […]

este eterno rolar de pedras

” Os deuses condenaram Sísifo a incessantemente rolar uma rocha até o topo de uma montanha, de onde a pedra cairia de volta devido ao seu próprio peso. Eles pensaram, com alguma razão, que não há punição mais terrível do que o trabalho inútil e sem esperança. Acreditando em Homero, Sísifo foi o mais sábio […]

Sobre os últimos acontecimentos?

SEXTO POEMA Sob a ira das víboras na agonia das cortinas onde atiravam pedras no aterro de mim mesmo meses a fio o veneno de acônitos no atear-se fogo no açular o nervo do açúcar querer algo além dos cômoros (Regis Bonvicino)

Frases def(r)ontes

“Se vamos à essência da nossa formação, veremos que na realidade nos constituímos para fornecer açúcar, tabaco, alguns outros gêneros; mais tarde ouro e diamante; depois algodão, em seguida café para o mercado mundial. Nada mais do que isto”. (Caio Prado Junior em Formação do Brasil Contemporâneo) “Um timbre especial de elevação, porque não se […]

LEMINSKIANAS

ESCREVO. E PRONTO. ESCREVO PORQUE PRECISO, PRECISO PORQUE ESTOU TONTO. NINGUÉM TEM NADA COM ISSO. ESCREVO PORQUE AMANHECE, E AS ESTRELAS LÁ NO CÉU LEMBRAM LETRAS NO PAPEL, QUANDO O POEMA ME ANOITECE. A ARANHA TECE TEIAS. O PEIXE BEIJA E MORDE O QUE VÊ. EU ESCREVO APENAS. TEM QUE TER POR QUÊ?

SI UCE NUM SABE O QUE É